A busy March/Março, um mês atarefado

March has been a busy month for us at the ministry. I received a request from some leaders in Angola to record a series of messages to address an unfortunate situation currently playing out in the country. Recently, the government shut down some churches after a discovery of abuse and manipulation by some false religious leaders. Unfortunately, in the government’s attempt to clean house, there’s been little differentiation between good and bad seed, and some branches of well-known churches were forced to close. Many in the Christian community are discouraged and some pastors felt that special programs were needed in order to address this issue. I was able to send eight messages that focused not only on encouragement, but also as a call to unity, and a reminder that we are one body with one gospel. Getting this request reminded us once again of how radio continues to have such a powerful impact in the community. The leaders in Angola understand the power of this tool, and wisely made the call to use it to reach the people and address the issue.

Back in February, Helena started working on some special messages that were aired this month. Since International Women’s day falls at the beginning of March, the stations that airs her devotionals usually takes the whole month to focus on women; and they end up playing Helena’s messages several times throughout the month during special segments. The devotionals that she sent this year were focused on family and the woman from a relational standpoint. Several months ago, we received feedback from some female listeners, stating that they would like to hear more on women and the family dynamics. Helena took this opportunity to address that in these special messages, and we are eager to see how it was received. If last year is any indication, we will be hearing a great deal on the impact of these messages in the months to come.
Isac

________________________________________________________________________________________________________

Março foi um mês muito atarefado para nós no ministério. Recebi um pedido de alguns líderes em Angola para gravar uma série de mensagens para abordar uma situação desagradável que está acontecendo no país. Recentemente, o governo fechou algumas igrejas após a descoberta de abuso e manipulação de alguns falsos líderes religiosos. Infelizmente, na tentativa do governo limpar a casa, houve pouca diferenciação entre sementes boas e ruins, e como resultado, algumas filiais de igrejas reconhecidas foram fechadas. Muitas pessoas nas comunidades cristã estão desencorajadas e alguns pastores sentiram que era necessário programas especiais para abordar esta questão. Eu enviei 8 mensagens não só de encorajamento, mas também de apelo à unidade, sabedoria e entendimento, lembrando que somos o corpo de Cristo com um so evangelho. O recebimento desse pedido, lembrou-nos mais uma vez de como a rádio continua a ter um impacto muito poderoso na comunidade. Os líderes em Angola entendem o poder desta ferramenta, e sabiamente decidiram usá-la para alcançar pessoas e abordar este problema.

Em Fevereiro, Helena começou a trabalhar em algumas mensagens especiais que foram ao ar este mês. Considerando que o dia internacional da mulher cai no início de Março, as estações que irradiam os devocionais dela geralmente usam o mês inteiro para concentrar nas mulheres e acabam irradiando as mensagens dela várias vezes durante o mês em segmentos especiais. Este ano, o foco dos devocionais que ela enviou foi a família e a mulher sob ponto de vista relacional. Algum tempo atrás, recebemos feedbacks de algumas ouvintes dizendo que gostariam de ouvir mais sobre a mulher e a dinâmica familiar. Helena aproveitou esta oportunidade para abordar isso nessas mensagens, e estamos ansiosos para ver como foram recebidas. Se o ano passado for um sinal, vamos ouvir muito sobre o impacto dessas mensagens nos próximos meses.
Isac

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.